Proton therapy for pediatric tumors

Terapia de prótons para tumores em idade pediátrica

Terapia de prótons para tumores em idade pediátrica

O maior consenso sobre a preferência de prótons em vez da radioterapia convencional é no campo da oncologia pediátrica. Considerando uma taxa de sobrevivência de 70 a 80%, encontrar formas de radioterapia com impacto positivo na qualidade de vida futura tornou-se um ponto central entre os oncologistas pediátricos. Os dados dos resultados clínicos apresentados no papel branco revelam que a terapia de prótons proporciona um meio eficaz de alcançar este fim.

Vantagens da terapia de prótons para cânceres em idade pediátrica

A sobrevivência dos pacientes com cânceres em idade pediátrica aumentou de cerca de 30% nos anos 60 para entre 70 e 80% atualmente. Dadas as melhores chances de cura, a redução de complicações agudas e tardias tornou-se em particular um ponto central na melhoria das terapias disponíveis. Uma vez que não existe dose de saída na radioterapia de prótons, a dose dirigida para os tecidos normais saudáveis em redor é significativamente limitada, reduzindo a toxicidade aguda. Em última instância, isto reduz o risco de desenvolver efeitos secundários a longo prazo. As referências bibliográficas encontram-se no papel branco.

Referência a estudos em curso

Dilemas éticos impedem vários especialistas de efetuar estudos aleatórios de prótons em comparação com fótons de fase III em malignidades em idade pediátrica. Contudo, são conduzidos cerca de 12 estudos nos Estados Unidos da América. As referências bibliográficas encontram-se no papel branco.

A perspetiva dos especialistas

O Dr. Indelicato é professor associado do Departamento de Oncologia por Radiação da Universidade da Flórida. Dirige o programa de prótons em idade pediátrica na Universidade da Flórida, atualmente o maior programa do gênero em todo o mundo. Quando questionado sobre o papel da terapia de prótons na pediatria atual, o Dr. Indelicato respondeu: “Em alguns tumores, permite-nos melhorar a taxa de cura através do aumento gradual da dose, enquanto em outros casos as vantagens clínicas residem na toxicidade por radiação reduzida.” Relativamente ao futuro, o Dr. Indelicato refere que “a guia por imagem com base na tomografia computadorizada (CT) e na ressonância magnética (MRI) está iminente e irá pôr a terapia de prótons a par da guia por imagem em aceleradores lineares. A transmissão de prótons irá tornar-se cada vez mais eficiente.”

Qual a vantagem da terapia de prótons?

Observe a diferença relativamente à radioterapia convencional na radiação do eixo craniocaudal em crianças.
Cortesia do centro de terapia de prótons da República Checa

*Sejpal, S. “Early findings on toxicity of proton beam therapy with concurrent chemotherapy for non small cell lung cancer”. Cancer, 2011,117(13):3004-13” 

Documentos úteis e publicações

Saiba mais sobre as vantagens da terapia de prótons e encontre os estudos mais recentes nesta publicação da IBA.

Papel branco do IBA: tratar tumores em idade pediátrica com terapia de prótons

Visão geral da prática atual, das oportunidades e dos desafios do tratamento de tumores em idade pediátrica